quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Gota d'água; Punhado de reflexão

Por Caio Lafayette


Eis que me deparo, desde ontem à noite, com uma série de pessoas me indicando o vídeo produzido pelo 'Movimento Gota D'Água' (que você pode encontrar no site http://movimentogotadagua.com.br/em que inúmeros 'globais' se posicionam contra a construção da Usina de Belo Monte ou, mais especificamente, a favor da paralisação imediata das obras já em andamento.

Confesso ter ficado muito feliz.

Não, não sou um entusiasta da paralisação. Até sou contra a construção da Usina, mas não considero ter base técnica suficiente pra cravar que ela é de todo ruim. 

Minha alegria deu-se por dois motivos:





  1. O modo como formadores de opinião - e não adianta dizer que não são - se juntaram em favor de uma causa que interfere diretamente em questões econômicos e sociais do país. E aqui é indiferente o lado ao qual se posicionaram. O importante é perceber a movimentação 'famosos', que há anos parecem se interessar apenas com a 'Caras' e o 'TV Fama', no debate de causas de interesse da nação.
  2. A forma com que, em apenas 24hrs após a primeira postagem, o tema se tornou comum nas redes sociais, blogs, sites de notícia, restaurantes e bares da cidade.
E aí posso afirmar: sou entusiasta do debate. 

Pesquisei ainda mais sobre o tema e trago alguns pontos positivos e alguns negativos com relação a Usina. Acho importante que o vídeo não tenha uma consequência de enviesar o debate por conta dos 'rostos bonitinhos' que lá aparecem. É preciso entender mais pois o assunto é extremamente complexo e delicado.

A favor da Usina de Belo Monte:
  • Podemos destacar o desenvolvimento que um empreendimento desse porte trará para a região. Além da movimentação da economia local, com uma compensação anual de cerca de 88 milhões, milhares de empregos diretos e indiretos serão gerados. Além disso, a Usina ajudaria a suprir a demanda por energia de 26 milhões de pessoas com perfil de consumo elevado no país a um preço bastante competitivo. Por fim, a energia a ser gerada por Belo Monte é muito grande e outras opções de produção de energia dificilmente conseguiriam gerar tamanha quantidade.
Contra a Usina de Belo Monte:
  • Será a usina que produzirá menos energia, proporcionalmente à capacidade de produção, e que terá maior custo, na comparação com outros empreendimentos. Além disso os impactos sociais, como a destruição de comunidades indígenas e ribeirinhas, e ambientais, que incluem a ausência de estudos adequados para avaliar a viabilidade  da obra e a incerteza quanto aos reais impactos sobre a biodiversidade causados na região, colocam em dúvida a eficácia do projeto.
Fatos expostos, desejo uma boa discussão!


3 comentários:

  1. Sou contra a construção.
    Uma frase que colocas ao fim dos pontos negativos dizem tudo!
    ... Colocam em dúvida a eficácia do projeto ...

    ResponderExcluir
  2. Sou indiferente.
    Quando eu estava no ensino médio, perguntei a um professor de Geografia se teria como contruir uma mega usina no maior rio do Brasil, o Amazonas. Ele me respondeu: "Não".
    Aí eu falei: Por causa da dificuldade?
    Ele concluiu: "Não, por causa das pessoas."

    Sempre achei que a grande solução da demanda energética BRASILEIRA seja a energia nuclear. Ela é limpa, poderosa e fácil de ser implementada, tem um custo quase igual ao de uma termo...

    ResponderExcluir
  3. Eis mais uma polêmica: as usinas nucleares. Também não tenho opinião formada, por falta de embasamento, confesso. Mas sei das dificuldades em aprovar algo do tipo.

    ResponderExcluir