quinta-feira, 29 de março de 2012

Caiu número de leitores no País?

Por Caio Lafayette



Foto de: Amigos da Leitura

A terceira edição da pesquisa 'Retratos da Leitura no Brasil', divulgada hoje, concluiu que a população leitora diminuiu no País. Enquanto em 2007 55% dos brasileiros se diziam leitores, hoje esse porcentual caiu para 50%.

O critério adotado foi: são considerados leitores aqueles que leram pelo menos um livro nos três meses anteriores à pesquisa.

Decidi tocar nesse assunto para me posicionar quanto a esse critério.

Mas não acho justo separar e definir como não leitor os que não tem o hábito de ler livros. Tenho ciência de que as coisas mudaram, vivemos na 'era da informação' e somos bombardeados a todo momento com faixas, publicidade, notícias de última hora. Temos, também, as redes sociais, as correntes e os blogs com seu papel cada vez mais bem definidos. Os jornais eletrônicos, a capa do Uol e a revista de fofocas. E por ter essa ciência acredito que todas as categorias citadas, e muitas outras que eu devo ter esquecido, são tão dignas de reconhecimento como 'leitura' quanto os livros.

O que está em questão, nesse caso, é o hábito de ler. E a leitura transcende as páginas de livros, dos quais sou um 
grande defensor, do jeito que são e pra que servem. A palavra está em todo lugar e, ao invés de recriminar as formas em que ela se apresenta, deveríamos melhor utilizá-las.


**********

Foto de: Amigos da Leitura

Mas o estudo vai além disso. Alguns dados são bem interessantes:
  • O número de livros lidos por ano caiu de 4,7 para 4, de 2007 pra cá. Mas não creio que isso signifique, necessariamente, que o brasileiro lê menos.
  • As principais justificativas para manter leitores longe de livros são a falta de tempo (53%) e o desinteresse (30%).
  • O livro digital é de conhecimento de 30% dos brasileiros. Ou seja, 70% ainda não o conhecem. 
  • A mãe, antes apontada como maior incentivadora da leitura, perdeu o lugar para o professor (45%).
  • 93% das pessoas que leem o fazem em casa. A biblioteca perde cada vez mais espaço.
  • Para 33% dos brasileiros, nada os convenceria a entrar em uma biblioteca. Será?
  • Os homens leem mais que as mulheres dos cinco aos 17 anos. Dos 18 aos 39 praticamente não há diferença. Dos 40 em diante as mulheres leem mais.
  • 8% dos leitores são estudantes, e 52% não são. Entre os não leitores, 16% estão na escola. Como isso?
  • Entre os escritores brasileiros mais admirados, Monteiro Lobato continua em primeiro, mas agora seguido de Machado de Assis, que tomou um fôlego e passou Paulo Coelho (que caiu do segundo para o terceiro lugar) e Jorge Amado (que caiu do terceiro para o quarto).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário