terça-feira, 26 de março de 2013

O amor de mau humor

‘O amor de mau humor’, de Ruy Castro, é uma antologia de frases venenosas sobre a relação homem/mulher. 


Li todo o livro e tive o cuidado de separar algumas dessas frases: 


“Deixemos as mulheres bonitas aos homens sem imaginação.” 
Marcel Proust 


“Casamento é legal, mas acho que é levar o 
amor um pouco longe demais.” 
Texas Guinam 


“As relações mais felizes são aquelas baseadas na mútua incompreensão.” 
François de La Rochefoucauld 


“Lágrimas não são argumentos.” 
Machado de Assis 


“Quando a infância morre, seu corpo é chamado de adulto e entra para a sociedade, a qual é um dos nomes mais suaves que se dá ao inferno.” 
Brian Aldiss 


“Culpa é o preço que pagamos de bom grado para fazer o 
que iríamos fazer de qualquer jeito.” 
Isabelle Holland 


“É difícil dizer o que traz a felicidade. A pobreza e a riqueza, 
por exemplo, já fracassaram.” 
Kim Hubbard 


“Se pelo menos não vivêssemos tentando ser felizes, até que 
poderíamos nos divertir bastante.” 
Edith Wharton 


“Querer se tornar iguais aos homens demonstra 
apenas a total falta de ambição das mulheres.” 
Timothy Leary 


“Quando crescer, quero ser criança.” 
Joseph Heller 


“O homem imaturo é aquele que quer morrer gloriosamente por uma causa. O homem maduro se contenta a viver humildemente por ela.” 
J. D. Salinger 


“Nunca fui capaz de responder à grande pergunta: o que uma mulher quer?” 
Sigmund Freud 


“A inocência não se envergonha de nada.” 
Jean-Jacques Rousseau 


“Nenhuma tentação pode ser medida pelo valor de seu objeto.” 
Colette 


“A única maneira de se livrar de uma tentação é sucumbindo a ela.” 
Oscar Wilde 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário