quarta-feira, 16 de julho de 2014

A pátria de chuteiras - Nelson Rodrigues


O homem brasileiro e a sociedade

"O ser humano pensa demais e é pena, pois a vida é, justamente, uma luta corporal contra o tempo. Repito: - o ser humano vive pouco porque pensa muito."



"Em 50, não foi apenas um time que fracassou no Maracanã. Foi o homem brasileiro, como em Canudos. Em 58, quem venceu? O Brasil. Quando Bellini apanhou o caneco de ouro, era o novo homem brasileiro que se proclamava."

"Amigos, vamos reconhecer com sóbria e exata autocrítica: - não há, presentemente, no mundo, uma figura humana tão complexa, tão rica, tão potencializada como o brasileiro. Era o óbvio, que nem todos enxergam: - o maior homem da época é o do Brasil."

"Repito: o brasileiro é uma nova experiência humana. O homem do Brasil entra na história com um elemento inédito, revolucionário e criador: a molecagem."

"O brasileiro reage ao bem que lhe fazem com uma gratidão amarga e ressentida."

"Admiramos mais os defeitos ingleses do que as virtudes brasileiras."

"E se uma coisa nos atrapalha e, por vezes, invalida as nossas qualidades. Quero aludir ao que eu poderia chamar de 'complexo de vira-latas'. Estou a imaginar o espanto do leitor: - 'O que vem a ser isso?' Eu explico. 
Por 'complexo de vira-latas' entende eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. Isto em todos os setores e, sobretudo, no futebol."

"Em 58, na véspera de Brasil x Rússia, entrei na redação. Tiro o paletó, arregaço as mangas e pergunto a um companheiro: - 'Quem ganha amanhã?'Vira-se pra mim, mascando um pau de fósforo. Responde: - 'Ganha a Rússia, porque o brasileiro não tem caráter.'
Eis a opinião dos brasileiros sobre os outros brasileiros: - não temos caráter. Se ele fosse mais compassivo, diria: - 'O brasileiro é um mau-caráter.' Vocês entenderam? O mau-caráter tem caráter, mau embora, mas tem. Ao passo que, segundo meu colega, o brasileiro não tem nenhum."

"No fundo, no fundo, somos assim. O homem brasileiro não acredita em sim mesmo."




Os campeões e o futebol

"E mesmo fora do futebol, o europeu faz uma imitação da vida, enquanto que o brasileiro vive de verdade e ferozmente. Ninguém compreenderá que foi a nossa qualidade humana que nos deu esta Copa tão alta, tão erguida, de fronte de ouro. E mais: - foi o mistério de nossos botecos, e a graça de nossas esquinas, e o soluço dos nossos cachaças, e a euforia dos nossos cafajestes."


"Eu quero terminar dizendo: - quando, após a partida de anteontem, o capitão inglês ergueu as mãos ambas a Jules Rimet, o urubu de Edgard Allan Poe declarava aos jornalistas credenciados: - 'Nunca mais, nunca mais!' E, de fato, como as outras Copas vão ser disputadas em terreno neutro, nunca mais a Inglaterra vai conseguir impor seu futebol sem imaginação, sem arte, sem originalidade. E o cronista que foi nos dois pés e voltou e voltou de quatro que se cuide. O mesmo urubu de Edgard Allan Poe diria que não levantará nunca mais, nunca mais, nunca mais."

"O campeões do mundo deviam ser incompráveis."

"Do mesmo modo, nenhum clube se lembraria de vender um presidente, embora o presidente seja uma figura infinitamente menos essencial que um campeão do mundo. Eis o ponto nevrálgico da questão: - clube não é boteco para vender tudo. Ele possui coisas que não venderia nem por todo o ouro da Terra."

"O campeão não é apenas um jogador de futebol. É um herói: nenhum clube, nenhum povo tem o direito de vender seus heróis. Nem o herói tem o direito de vender a si mesmo."

"Deslumbrante país seria este, maior que a Rússia, maior que os Estados Unidos, se fôssemos 75 milhões de Garrinchas."

"Mas para fazer seu futebol impessoal e coletivista, o caro Chirol terá de preliminarmente mudar o homem. Para isso, terá de pedir à diretoria do clube uns vinte séculos ou mais. Note-se, porém: - antes dele, Cristo tentou a mesma coisa e fracassou. Os pulhas estão aí, impunes e bem sucedidos."

"No futebol, a apoteose está sempre a um milímetro da vaia."

"Os idiotas da objetividade querem colocar a partida em seus termos táticos e técnicos."

"Se me perguntarem o que deverá fazer a seleção para ganhar a Copa, direi, singelamente: - 'Não nos ler.'"

"A seleção é a pátria em calções e chuteiras."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário